O adeus a um poeta

chorao

O Brasil acordou triste, sem poesia. O vocalista da banda Charlie Brown Jr foi encontrado morto em seu apartamento. Nas redes sociais mensagens de luto de um país que amava as poesias que “Chorão” escrevia.

Ele permanecerá vivo nas letras que deixou, nas músicas que cantou. Canções que vão ainda embalar todos os que acompanharam a trajetória da banda.

Deixou sua marca não apenas na música brasileira, mas também no skate, contribuiu para a realização de grandes eventos de skate. Criou o ‘Chorão Skate Park’ uma pista de skate localizada em Santos – SP frequentada por skaters amadores, iniciantes e profissionais.

Marcou a infância e a adolescência de muitos. Para uma de nossas moderadoras, cada música do Charlie Brown Jr. remete a uma época específica. A banda fez parte de diversas fases da vida de milhares jovens, foi trilha sonora de momentos tristes, alegres e até de rebeldia. Quem é que não berrou: “Eu não sei fazer poesia, mas se foda!”? Mas, sim. Chorão sabia fazer poesia, mas nunca deixou de ser um rebelde em busca dos sonhos, nas superação dos desafios e  na teimosia em acreditar no impossível. Até porque “o impossível é uma questão de opinião”. E disso ele sabia bem. E foi com ele que o Brasil inteiro também soube.

Chorão estará na lembrança de todos os loucos.

Você deixou saudade…

Anúncios

Uma resposta para “O adeus a um poeta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s